atitude fashion forever!

beautiful-316287_960_720

Tem mulheres que já nasceram com muito estilo, outras adquiriram com o próprio amadurecimento. O importante é manter a sua atitude fashion sempre, mesmo que você ache que já tenha passado da idade. Porque o que vale mesmo é acreditar no poder feminino, independente de quantas velinhas você já tenha soprado nesta vida.

Muitas “senhorinhas idosas” dão um banho de charme e de elegância em muitas menininhas por aí (que ainda estão longe dos “enta”). O tempo é uma coisa muito relativa, está mais para um estado da alma do que algo que tange o corpo físico. Depende da autoestima de cada mulher, da valorização que cada uma concede a si mesma.

Falando no quesito: moda….Por que? Está ligado a aparência e a auto imagem que temos de nós mesmas. Sem enaltecer a vaidade excessiva, concorrente voraz de uma obsessão pela juventude, mas ao cuidado que temos com a nossa aparência.

A roupa também é um reflexo do que somos, do que transmitimos para o mundo. É aonde entra a moda. Não precisa estar dentro das tendências! E sim ser fiel ao seu próprio estilo. De acordo com aquilo que deixa você à vontade, que traz bem-estar, que harmoniza com o seu corpo, isento de formas físicas…

metaphor-1209691_960_720
by unsplash

É por isso que este post é dedicado às mulheres maduras. É também para as mais jovens se inspirar nelas, naquilo que seremos amanhã. Porque muitas vezes nos deixamos vencer pelo cansaço e pela preguiça, e ficamos assim meio “largadinhas”! Como se um carro tivesse passado por cima da gente!

Vamos lá! Sem esquecer da alegria, do amor próprio e do batom!

Fiz uma seleção de looks com mulheres maduras “mega estilosas” para fazer você repensar. Acreditar no seu poder e aceitar que o estilo não morre nunca! A atitude fashion é para sempre!

(ps.: esta admiração também vai para a minha mãe, que ainda mantém o estilo e o incentivo às filhas!)

LKV

fotos:Pixabay/reprodução

a pior inimiga de uma mulher: ela mesma!

by RyanMcGuire
by RyanMcGuire

Às vezes achamos que o mundo está contra nós e que o universo conspira contra. Ledo engano! Nosso maior inimigo somos nós mesmos. Vivemos um processo de autossabotagem que não conseguimos enxergar, seja no âmbito profissional, nas relações pessoais, no namoro ou casamento. É mais fácil e compreensível achar que a culpa é do outro. Muito pelo contrário, é a mais pura verdade o pensamento de que recebemos aquilo que damos.

Observando o universo feminino podemos concluir que a mulher é a mais clara forma de expressão deste fato. Muitos dizem que a mulher não é amiga de outra, que gostam de competir entre si, que se arrumam para causar cobiça em outra mulher… Pra mim isto não condiz com a realidade. A pior inimiga de uma mulher só pode ser ela mesma. Porque a vaidade encobre o que, na maioria das vezes, não queremos enxergar. Nossas limitações, erros ou falhas. Todos somos passíveis de imperfeições.

Só conseguimos vencer este obstáculo quando realmente nos despimos de todas as camadas que falsamente nos protegem. E passamos da falsa e cômoda sensação de segurança para a dura realidade de aprendermos a conviver conosco mesmo. Com toda a dor e a delícia de ser o que se é. Por isso não acredite que alguém quer ver você sucumbir. Assuma que a responsabilidade é toda sua, boa ou ruim, tudo que você agrega na sua vida é crédito seu mesmo!

LKV