moda

a pior inimiga de uma mulher: ela mesma!

by RyanMcGuire
by RyanMcGuire

Às vezes achamos que o mundo está contra nós e que o universo conspira contra. Ledo engano! Nosso maior inimigo somos nós mesmos. Vivemos um processo de autossabotagem que não conseguimos enxergar, seja no âmbito profissional, nas relações pessoais, no namoro ou casamento. É mais fácil e compreensível achar que a culpa é do outro. Muito pelo contrário, é a mais pura verdade o pensamento de que recebemos aquilo que damos.

Observando o universo feminino podemos concluir que a mulher é a mais clara forma de expressão deste fato. Muitos dizem que a mulher não é amiga de outra, que gostam de competir entre si, que se arrumam para causar cobiça em outra mulher… Pra mim isto não condiz com a realidade. A pior inimiga de uma mulher só pode ser ela mesma. Porque a vaidade encobre o que, na maioria das vezes, não queremos enxergar. Nossas limitações, erros ou falhas. Todos somos passíveis de imperfeições.

Só conseguimos vencer este obstáculo quando realmente nos despimos de todas as camadas que falsamente nos protegem. E passamos da falsa e cômoda sensação de segurança para a dura realidade de aprendermos a conviver conosco mesmo. Com toda a dor e a delícia de ser o que se é. Por isso não acredite que alguém quer ver você sucumbir. Assuma que a responsabilidade é toda sua, boa ou ruim, tudo que você agrega na sua vida é crédito seu mesmo!

LKV

foto:reprodução
*(este texto já foi publicado aqui no blog)
Anúncios
moda

1 peça, 3 looks: saia midi+justa+preta

SAIA-MIDI-JUSTA-PRETA

 

 

Uma peça coringa que pode ser usada de maneiras diferentes e por diversos estilos. Uma saia midi, justa e preta pode combinar com muitas outras peças e dar à você mais opções de looks e liberdade para criar.

 

 

Vejam 3 exemplos de looks que podem ser produzidos a partir de uma saia midi. E inspire-se!

1 Minimalista chique

SAIA-MIDI-JUSTA-PRETA

 

 

Pra quem gosta de um estilo mais clássico, este é um bom exemplo. Um look simples e prático pra quem não tem muito tempo a perder. Mesmo usando peças mais básicas, você pode inventar moda e ter uma atitude fashion. É só misturar a saia midi com peças de linha reta, cores sóbrias e acessórios clean.

 

2 Mega fashion

SAIA-MIDI-JUSTA-PRETA

Se você faz o estilo fashionista, aproveita e se joga no luxo. Com muita ousadia, você consegue mixar peças glamourosas e com muito brilho, ficando com cara de diva! Para isso basta usar a saia midi com peças marcantes e acessórios dourados. Mas, não perca a mão e caia no exagero. Saiba manter uma coerência na paleta de cores, dê preferência para estampas que combinem e entrem no “jogo”, e escolha uma única tonalidade para criar.

 

3 Casual despojado

SAIA+MIDI+JUSTA+PRETA

 

 

Na linha mais street e com uma pegada bem urbana, o look 3 é casual mas com muito estilo também. Fácil de produzir e confortável para a correria do dia a dia. Basta mixar a saia midi com peças descoladas (como uma camisa de tecido leve), acessórios modernos e um bom sapato flat; como uma sapatilha, ou um oxford, ou um tênis…

Nas ruas os 3 estilos também estão presentes, confira!

Clássica:

SAIA+MIDI+JUSTA+PRETA

Fashion:

Casual:

Essas são as dicas pra começar bem a semana, com muita inspiração e criatividade pra montar os seus looks.

Não pegue qualquer roupa e saia de casa, pelo contrário, invista em você mesma, capriche no visual, perca seu tempo com a sua própria beleza. Lembre-se, sempre, de dar um presente diário a você, cultivar a sua autoestima!

fotos:reprodução
crônica

vida ao vivo

love-2242766_960_720

É “chover no molhado” (sendo bem popular!), dizer que hoje vivemos cercados de câmeras de vídeo por todos os lados. Em todas as lojas, supermercados, bancos, shoppings ou até mesmo pequenos comércios, nos condomínios onde moramos, elevadores, etc…Enfim não há limite para elas: as câmeras são protagonistas da nossa vida real! E elas chegaram a atingir até as nossas próprias casas, dentro do nosso mais sagrado refúgio: o lar, para vigiar os empregados domésticos, os pobres animaizinhos ou a nós mesmos?

Esta questão se torna fundamental numa sociedade que preza pela privacidade, pelo individualismo e pelo respeito ao próximo, será que precisamos ser vigiados o tempo todo para termos a certeza de que podemos confiar em nós mesmos? Será que quando as câmeras não existiam éramos mais corretos? Acho que são perguntas sem respostas ou respostas desnecessárias, pois já chegamos a um ponto do qual não podemos mais retornar.

camera-2322167_960_720As câmeras estão aí para nos fiscalizar e punir quem cometer uma infração. Muito justo.
Mas o que vem acontecendo mesmo, na maioria das vezes, é o big brother da vida real, as pessoas são flagradas em situações idiotas ou tão banais que se tornam engraçadas?!?! O pior disso tudo é que essas imagens podem se tornar públicas. Por conta dessa exibição toda hoje em dia as pessoas querem mais é se expor, se mostrar para quem sabe conseguir os seus 15 minutos de fama, como dizia Andy Warhol.

Essa banalização toda faz nascer, cada vez mais, fenômenos populares incríveis (sem citar nomes!), tem cada coisa fazendo sucesso por aí! E o povo gosta e tem gente ficando famosa do dia pra noite e fazendo de tudo também para reconquistar a fama perdida. Todo mundo pode ser alguém e qualquer um pode ser famoso. O que não significa que a pessoa tenha algo relevante para mostrar ou ensinar. É a popularização da “arte”, a massificação da famosa cultura pop.

Zeitgeist! Sinal dos tempos, ou será que eu tô ficando velha?

LKV

fotos:Pixabay
*(este texto já foi publicado aqui no blog)
moda

look com sofisticação

Como criar um look sofisticado sem gastar muito? Esta é uma pergunta que interessa muitas de nós! Se você pegar uma calça e uma camisa pode montar milhares de opções diferentes respeitando o seu estilo próprio.

Por exemplo:

Dois looks relativamente simples, mas com muita personalidade em ambos e muita sofisticação em somente duas peças: calça e camisa. O que difere estes looks de outros mais simples são as peças de alfaiataria e os tecidos nobres que as valorizam.

Por isso, a dica é, se for investir em uma peça coringa, prefira uma modelagem clássica e um bom tecido. Nada de modinhas… Dê preferência a uma peça durável, que atravesse várias estações. Vale a pena.

Outro item que dá sofisticação ao look são os sapatos, scarpin de bico fino.

Confira:

Slide1

Existem boas opções similares com preços acessíveis a todos os bolsos, basta usar a criatividade.

8833528627230

Mesmo não sendo tão magra, alta (ou rYca!), você também pode ficar como a “Bela” Fiorentino, acredite! Dentro do seu estilo e das suas medidas o seu look também pode ficar sofisticado e arrasador!

fotos:reprodução
moda

roupa para o dia a dia

Gosto de moda e suas novidades. Muitas pessoas também. Mas, sei que a maioria (inclusive eu!), na correria do dia a dia não tem muito tempo pra pensar, ou melhor, “produzir” seus looks. O que acaba nos fazendo cair na mesmice e enjoando do que estamos vestindo. Não é todo dia que estamos super animadas para fazer algo diferente e por em prática o que aprendemos. Por isso vou dar umas dicas pra você organizar o seu guarda-roupas, se inspirar e facilitar a criação dos seus looks diários.

closet.jpg

1   A cada nova estação, reveja suas roupas e reorganize seu armário. Saiba o que você tem. Doe o que não conseguiu usar ou troque com outra peça de alguma amiga. Isto ajuda a renovação e você não precisa sempre consumir mais fast-fashion…..(que não é legal em tempos de consumo consciente). Evite excessos!

com-acessorios

 

2   Troque os acessórios que você usa diariamente. Não tenha preguiça. O que não falta no armário de toda mulher são acessórios. Todos: bolsas, sapatos, cintos, bijoux, lenços, óculos, echarpes, e…chapéus (por que não?). Funciona porque se você não pode trocar o seu “layout”, você pode trocar aquilo que enfeita, transforma e é o que dá um up no visual. Você se sente renovada!

 

Acredite! Um mesmo look, vários acessórios:

5-looks-basicos

3   Eleja uma peça queridinha da nova estação, que seja versátil. Invista na coringa. Ou seja, quando comprar uma roupa nova, escolha uma peça que seja mais neutra, que você possa coordenar com outras cores ou estampas, sem enjoar. Por exemplo: Agora que o clima está esquentando invista numa saia, ou customize uma antiga. Use-a coordenando com estampas, blusas, listras, cardigãs…Deixe a sua peça coringa para usar mais vezes e troque as outras partes. Tenha a seguinte proporção em mente: uma peça da parte de baixo para cinco da parte de cima, com isso você pode ir trocando sem cansar. Se no inverno você usou muito uma mesma calça (como coringa), agora encoste-a no guarda-roupa, esqueça dela por um período e guarde para o próximo inverno! Use outras peças diferentes.

Aprenda a coordenar o look:

222 saia godê.jpg

Pode apostar que dá certo. É só criar o hábito, que você vai gostar da brincadeira!

fotos:reprodução
*(este post já foi publicado aqui no blog)
moda

pra inspirar a semana

Para iniciar mais uma semana e o mês de setembro (que seja muito florido!), selecionei 3 looks lindos. Sofisticação, praticidade e simplicidade podem andar juntas sempre. É só saber mixar peças clássicas com uma pitada de ousadia e muita atitude fashion! Qual o seu favorito?

decef5589abe61fe27ba20ff9a63a3f9

34d23203a3bf1048275d5ff4c607bde4

1cbb4bbeabe0a9e601a094d218e19be2

fotos:reprodução
moda

mande o seu recado também!

camisetasprabalgurung

Não é de hoje que camisetas com frases mandando uma mensagem fazem sucesso na moda. Relembrando os anos 90 (onde as camisetas de banda bombavam) essa febre apareceu com tudo nas ruas desde o ano passado.

Já postei duas vezes falando sobre o assunto aqui e aqui!

Pois é… Essa moda está ficando cada vez mais em evidência e t-shirts de todos os tipos, com diversas frases, politizadas ou empoderadas, estão super em alta. Principalmente no street style. Grandes marcas já fizeram as suas, mas todo mundo está produzindo e mandando muito bem.

Não fique fora dessa! Escolha uma frase pra você e também mande o seu recado! O que você quer dizer?

 

 

fotos:reprodução
crônica, moda

ronaldo sempre ronaldo

300817-ronaldofraga-primaveraverao-201718-37-400x600

Ronaldo Fraga inovou mais uma vez. Além de entrar no universo de moda praia, trouxe com muita leveza, a diversidade e a democracia que a praia nos proporciona. Não se trata de mais um desfile do SPFW 44 (São Paulo Fashion Week), mas de mostrar que a moda também pode ir além do que se veste.

O desfile, ao ar livre, mostrou uma coleção de beachwear com a cara do estilista, retrô e ousado. Com a atmosfera dos anos 20, quando a praia começou a ser frequentada como lazer, o que se viu não foram apenas biquínis mas roupas de praia inspiradas no que já foi uma moda um dia.

O mais importante, no entanto, ficou por conta do conceito do desfile. Na passarela, o casting mostrou a diversidade. Na praia do mineiro todo mundo pode entrar. Bonitos, feios, negros, brancos, trans, velhos, gordos, amputados… Os “diferentes” e excluídos da tão usual beleza plástica das modelos magras e bronzeadas da indústria fashion.

Não é sobre moda, coleções ou design, mas sobre a essência do ser humano. Genial!

LKV

fotos:reprodução/internet
crônica

gosta de tatoos?

Estamos no século XXI mas muitos dos nossos conceitos ainda estão nos séculos passados. Mesmo tendo uma gigantesca evolução em áreas como a ciência e a tecnologia, em outras ainda continuamos engatinhando. Principalmente no que diz respeito ao comportamento do ser humano. Em geral, a maioria da população mundial tem restrições quanto às mudanças relativas ao convívio e à aparência. Vivemos uma ditadura quanto aos padrões de beleza e quem não consegue se encaixar segue sua vida à margem.

reprodução
reprodução

Falando especificamente em relação às tatuagens, pode se perceber que ainda existem muitas restrições e olhares preconceituosos a quem possui este tipo de visual. Sem fazer apologias, porque não tenho tatuagem mesmo! Mas sou contra esse olhar preconceituoso que limita as pessoas, emburrece, a ponto de acharem que, alguém é ou não é….., porque tem uma tatuagem.

Lendo um pouco da história, dá pra ver que tatoos já existem há muito tempo. Há muitas provas arqueológicas que afirmam que tatuagens foram feitas no Egito entre 4000 e 2000 a.C. e também por nativos da Polinésia, Indonésia e Nova Zelândia, em rituais religiosos. Durante a Idade Média, a igreja católica proibiu a tatuagem na Europa, pois era considerada uma prática de vandalismo ao próprio corpo. Hoje, porém, ganhou status de arte e as pessoas fazem uma tatuagem para se diferenciar das outras, exibindo o seu corpo como forma de expressão artística.

O problema é quando esse fato torna-se mais importante do que a pessoa, transformando um potencial em algo negativo. Não só o que diz respeito às relações humanas, mas nas questões práticas, como no local de trabalho por exemplo. Alguns locais mais tradicionais, ainda não aceitam pessoas muito tatuadas, e isto é fato.

A tatuagem é só mais uma característica da personalidade e não deve atrapalhar. Ou pelo menos não deveria. Como muitos outros diferenciais que possuímos, como: tipo de cabelos, cor dos olhos, pele, altura, tipo físico ou personalidade….o que nos distingue uns dos outros. Somos diferentes, ainda bem! Não teria a menor graça se todos fossem iguais. Hoje, mais do que nunca, as pessoas tem essa mania de querer sempre enquadrar todo mundo dentro de um padrão. Como bonecos de plástico dentro de caixas e sem emoções!  E se você não se encaixa, está fora?

LKV

*(este post já foi publicado aqui no blog)